Suor em excesso pode indicar problema de saúde

Mulher com as axilas suadas.

Muitas pessoas adoram o verão e o que ele traz de bom: piscina, praia, sorvete e passeios ao ar livre. O que ninguém gosta é do suor e principalmente se for em excesso. O suor é inevitável e demonstra que o organismo está funcionando bem. Ele é gerado pela transpiração e seu papel é de regular a temperatura do corpo.

O suor varia de pessoas para pessoa, sendo difícil medir o quanto é normal. É natural que em dias de muito calor ou durante a prática da atividade física a temperatura do corpo se eleve com a transpiração a pessoa tenha maior incidência de suor.

Uma das formas de saber se a pessoa têm suor em excesso é quando além de se sentir desconfortável começa a ocorrer interferência na vida social. Algumas pessoas se sentem envergonhadas com a blusa molhada, evitam dar a mão aos outros por ter as palmas sempre úmidas ou chegam a escorregar nos sapatos porque os pés estão encharcados de suor. Nestes casos a pessoa pode estar com hiperidrose ou seja, sudorese excessiva. Este distúrbio afeta mais de 3% da população mundial.

Caso desconfie que está com hiperidrose a pessoa deve procurar um médico para obter orientações, pois pode estar com alterações hormonais ou outros distúrbios.

A hiperidrose é uma doença caracterizada pela transpiração excessiva, particularmente nas mãos (hiperidrose palmar) e nas axilas (hiperidrose axilar) sem que haja motivação aparente para que isso ocorra. É um distúrbio que afeta diretamente a autoestima das pessoas, inclusive crianças e adolescentes, podendo trazer consequências emocionais. O excesso de suor pode acarretar em problemas de isolamento social, ansiedade e depressão.

Existem tratamentos clínicos e cirúrgicos que amenizam ou eliminam os quadros de hiperidrose, desde o simples uso do antitranspirante até o procedimento cirúrgico.

O distúrbio pode aparecer, também, em decorrência de doenças como hipertireoidismo, diabetes, obesidade e alterações hormonais, é a chamada hiperidrose secundária. A hiperidrose primária tem características genéticas e está diretamente relacionada ao estresse e à instabilidade emocional.

Não tem jeito, se você tem muito suor, além de uma boa hidratação para enfrentar os períodos de alta temperatura, é bom fazer um check up com um médico de sua confiança.



Tags:
,
,